Auxílio emergencial de MT foi aprovado . Veja

Os deputados estaduais aprovaram, em votação final, dois projetos de autoria do Poder Executivo, na manhã desta segunda-feira (22).

O primeiro projeto garante a criação do Programa Ser Família Emergencial, que visa a oferecer ajuda de R$ 150 às famílias em situação de vulnerabilidade social.

A medida irá atender cerca de 100 mil famílias que vivem em extrema pobreza.

O recurso deverá ser utilizado para compra de alimento.

Inicialmente, o auxilio será concedido por três meses, podendo ser prorrogado.

Alguns parlamentares, inclusive, já pleiteiam isso junto ao Governo do Estado.

As famílias foram selecionadas por meio do chamado Cadastro Único.

Trata-se de pessoas que possuem renda per capita de até R$ 89.

No total, serão investidos R$ 45 milhões nesse programa. Deste montante, R$ 35 milhões é oriundo da fonte 100 do Estado e R$ 10 milhões foram repassados pela Assembleia Legislativa.

O segundo projeto aprovado é sobre a abertura de linha de crédito de R$ 55 milhões para o setor de eventos, bares e restaurantes.

A medida foi anunciada por Mauro Mendes (DEM) como forma de amenizar o impacto financeiro causado por conta da pandemia do coronavírus.

No total, o Desenvolve MT receberá R$ 55 milhões para trabalhar essas três linhas de crédito.

Deste montante, R$ 45 milhões sairão do próprio caixa estadual, e R$ 10 milhões serão repassados pela Assembleia Legislativa.

O presidente do Legislativo, Max Russi (PSB), pediu que o Desenvolve MT preste contas a cada 30 dias.

“Como temos participação nisso, quero que o Desenvolve MT preste contas a esta Casa a cada 30 dias. Queremos saber quanto desse recurso foi emprestado a cada 30 dias, pois esse dinheiro não é para ficar parado lá”, disse o deputado.

1 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like