POLICIA FEDERAL FAZ BUSCAS ATRAZ DO DINHEIRO DO COVID 19 EM MT

Além do ex-secretário de Saúde de Cuiabá, Luiz Antônio Possas de Carvalho, outros dois ex-secretários também são alvos da Operação Colusão, que investiga um esquema de fraudes em contratos entre a Saúde e empresas. Servidores da prefeitura e funcionários das empresas privadas também estão envolvidos.

De acordo com as informações da Polícia Federal, são 10 alvos nesta fase da operação, sendo eles:

Alexandre Alves Guimaraes – proprietário da Pharmacy

Ecio Clayton Vieira Alves – Empresário

Elizandro de Souza Nascimento, ex-secretário de Saúde de Nova Canaã

Empresa Pharmacy Distribuidora de Medicamentos e materiais hospitalares

Empresas Consultores Civitas LTDA e Civitas Consultores Associados

Hellen Karoline da Silva

João Henrique Paiva, ex-secretário-adjunto de Gestão de Saúde do Norte

Juliana Martins da Rocha, servidora de carreira de Cuiabá e ex-secretária de Finanças

Luiz Antônio Possas de Carvalho, ex-secretário de Saúde Marcus Vinicius Vitor da Silva

O mandados foram cumpridos na sede da Secretaria de Saúde, nas empresas citadas e na casa dos investigados. O ex-secretário foi convocado para depor nesta sexta-feira (1), na sede da PF.

Conforme já divulgado pela reportagem do ,  as fraudes ocorriam no processo licitatório para a aquisição de materiais de consumo hospitalares e de equipamentos (EPIs) para os servidores utilizarem durante o trabalho em meio à pandemia da covid-19. Os valores dos contratos batem o montante de R$ 1.998.983, 37.

Foi apontado ainda que uma empresa fantasma atuava emitindo orçamentos de processos de compra para dar ‘legalidade’ ao ato. A empresa teria recebido R$ 1.071.388, 00, além de direcionar o pagamento mensal para um servidor da Saúde, que até então, ocorre sem nenhum motivo idôneo aparente.

Outro lado

Em nota, a Prefeitura de Cuiabá informou que aguarda apuração e afirma que ‘é a maior interessa no desenrolar da apuração’. Leia na íntegra:

“Sobre a ação da Polícia Federal deflagrada na manhã de hoje (30), a Prefeitura de Cuiabá esclarece que:

– Ainda aguarda detalhes sobre a apuração, mas
está à disposição para prestar auxílio e esclarecimentos;

– Assevera que é a maior interessada no desenrolar da apuração;

-Reafirma o compromisso de probidade e lisura na administração de recursos públicos.”

28 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like