Faturamento do agronegócio tem alta de 21% e vai a US$ 7,46 bilhões

As exportações mato-grossenses de produtos do agronegócio bateram recorde nesse primeiro quadrimestre do ano.

Além de cifras inéditas ao período, houve alta de 21,10% sobre o faturamento, na comparação com igual momento do ano passado.

De acordo com a análise da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), os embarques somaram mais de US$ 7,46 bilhões, ante US$ 6,16 bilhões no acumulado de janeiro a abril de 2020.

Da receita histórica apurada nos quatro primeiros meses do ano, 70,37% foram originadas com as vendas do complexo soja (grão, farelo e óleo), 14,66% vieram das exportações de algodão, 7,79% das vendas de carnes e 5,29% do milho.

Com as cifras, Mato Grosso segue liderando o ranking nacional como o maior exportador do Brasil no período analisado, e responde sozinho por 20,24% do total nacional.

São Paulo vem em seguida, com negócios em US$ 5,65 bilhões e participação de 15,35%, e o Paraná é o terceiro maior exportador, com receita apurada de US$ 4,30 bilhões e respondendo por 11,69% da receita global do País no quadrimestre.

Mato Grosso registrou ainda o melhor abril em receita da série histórica local em 24 anos – desde 1997 – ao contabilizar exportações em US$ 2,20 bilhões.

Em abril do ano passado, por exemplo, a pauta estadual registrou vendas de US$ 1,89 bilhão.

Nesse período, a maior receita no Estado havia cravado a casa dos US$ 5 bilhões.

As vendas externas brasileiras nos quatro primeiros meses do ano alcançaram US$ 36,8 bilhões.

No período, as exportações do agronegócio foram responsáveis por quase metade das exportações totais brasileiras (44,9%).

O País também registrou recorde de vendas em abril, ancoradas sobre produtos como soja, carnes (bovina, suína e de frango) e produtos florestais, atingindo a cifra recorde de US$ 13,57 bilhões.

O crescimento foi de 39% em relação aos US$ 9,76 bilhões exportados em abril de 2020.

Em nenhum mês de abril da série histórica 1997 a 2021, o valor exportado havia ultrapassado a marca de US$ 10 bilhões.

A China foi o principal importador de soja brasileira em abril deste ano.

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like