Presidente do TCE-MT debate futuro do planeta com estudantes da rede estadual de Educação

Alunos da Escola Estadual Dom Pedro II participaram do evento promovido pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso, em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Alunos da Escola Estadual Dom Pedro II participaram, nesta sexta-feira (3), de um bate-papo sobre o futuro do planeta no Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT). À frente do diálogo, o conselheiro-presidente, Sérgio Ricardo, levantou questões sobre o que cada um pode fazer para melhorar o Mundo, que já enfrenta uma crise climática causada pela ação humana.

O evento foi realizado em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), que é reconhecido globalmente por seu compromisso com o bem-estar de crianças e adolescentes. Na ocasião, os alunos ainda conheceram a Cartilha de Gestão Pública Sustentável e outros materiais produzidos pela Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade do TCE-MT, bem como receberam certificado de participação.

Crédito: Thiago Bergamasco/TCE-MT
Ilustração
Conselheiro-presidente, Sérgio Ricardo, levantou questões sobre o que cada um pode fazer para melhorar o Mundo.

“Hoje, os estudantes receberam todas as informações sobre o que o Tribunal de Contas vem desenvolvendo pelo meio ambiente. Também é importante ouvi-los porque todos têm uma expectativa na vida, todos têm iniciativas atualmente. Então, é bonito ver que a juventude está preocupada com a questão ambiental”, afirmou Sérgio Ricardo, que também preside a Comissão.

Crédito: Thiago Bergamasco/TCE-MT
Ilustração
Do auditório da Escola Superior de Contas, os alunos partiram para o gabinete do presidente, onde a conversa se aprofundou.

Do auditório da Escola Superior de Contas, onde participaram da palestra “Sementes do Amanhã: Simbolizando o plantio de conhecimento hoje para colher um futuro sustentável”, ministrada pelo membro da Comissão, Sérgio Cintra, os alunos partiram para o gabinete do presidente, onde a conversa se aprofundou.

Crédito: Thiago Bergamasco/TCE-MT
Ilustração
A aluna Quelle Vitória contou sobre seu projeto voltado à produção de fertilizantes 100% sustentáveis.

A aluna Quelle Vitória, por exemplo, contou sobre seu projeto voltado à produção de fertilizantes 100% sustentáveis. “Basicamente, usamos restos de alimentos e folhas secas de árvores, o que normalmente as pessoas descartam sem saber que têm uma utilidade. O conselheiro me deu uma recomendação para seguir nesse caminho e buscar trazer mais sustentabilidade para Cuiabá e para o nosso país.”

Sérgio Ricardo destacou que uma educação voltada para o presente e para o futuro envolve o conhecimento acerca das instituições. “A criança e o adolescente têm que entender como funciona seu estado, como se dão todas as questões econômicas, como o estado se desenvolve e gera emprego. Isso vai fazer parte deles e é por isso que o Tribunal está de portas abertas para recebê-los.”

Neste contexto, a articuladora do Selo Unicef de Cuiabá, Mara Lúcia Marques, pontuou que não se pode discutir políticas públicas para crianças e adolescentes sem envolvê-los no debate. “Eles terão o protagonismo destas ações. O interesse é melhorar os indicadores sociais, começando pelos municípios e hoje, precisamente, o tema da preservação ambiental é fundamental.”

Programação 

Crédito: Thiago Bergamasco/TCE-MT
Ilustração
Conselheiro-presidente, Sérgio Ricardo, e os Alunos da Escola Estadual Dom Pedro II.

Além de ensinar as crianças e adolescentes sobre a importância de preservar o meio ambiente, o encontro apontou caminhos para que eles possam atuar como agentes de mudança em suas comunidades.

Diante disso, o coordenador disciplinar da Escola, tenente Guilherme Robério, destacou a importância da abordagem do Tribunal frente a uma temática urgente. “O entendimento sobre a preservação da natureza é fundamental. Estamos vivendo em um mundo de catástrofes e precisamos urgentemente melhorar as condições climáticas. Então, tudo que vem de orientação e aconselhamento é de bom proveito.”

Crédito: Thiago Bergamasco/TCE-MT
Ilustração
Os alunos também conheceram a Cartilha de Gestão Pública Sustentável e outros materiais produzidos pela Comissão Permanente de Meio Ambiente e Sustentabilidade do TCE-MT.

Foi o que confirmou a aluna do segundo ano, Maria Eduarda Lopes da Cruz. “Nos conscientizamos mais sobre o momento que estamos passando e de que não é a próxima geração que vai cuidar do meio ambiente, porque nós já somos essa geração. Então, somos nós que temos que cuidar do nosso estado e do nosso país. Se cada um fizer a sua parte, a contribuição será enorme.”

Houve ainda exposição de Taxidermia, promovida pelo Batalhão de Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA). “Esse trabalho desperta neles a preocupação de proteger e zelar pelo mundo, pelos animais e pelas plantas. Por meio de ações como esta, do TCE, isso pode ser alcançado”, afirmou o 2° sargento Rodrigues, do BPMPA.

Ao longo da manhã também foram apresentadas iniciativas sustentáveis desenvolvidas pela Águas Cuiabá, como a produção de tijolos e de adubo a partir do lodo retirado no tratamento da água. Na sequência, os alunos visitaram o Centro Sebrae de Sustentabilidade (CSS).

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia Mais
Supervisor de logística, atendente de telemarketing e operador de empilhadeira são algumas das oportunidades de emprego divulgadas nesta…