Policia mete bala em Chefe de facção que resiste à prisão e atira contra policiais em MT

O ex-presidiário Marcos Henrique Oliveira da Silva, 29 anos, morreu na manhã desta quarta-feira (20) no bairro Parque Alvorada I, na cidade de Juara (690 km de Cuiabá), durante cumprimento de mandado de prisão. A vítima, que possuía ordem de prisão temporária expedida pela vara criminal de Campo Novo do Parecis, resistiu à prisão e atirou contra os policiais que revidaram, acertando Marcos, que morreu ainda no local.

De acordo com as informações da Polícia Civil, há cerca de 30 dias, os agentes vinham investigando o paradeiro do criminoso, que seria um dos chefes de uma facção criminosa que comanda o tráfico de drogas em Juara e outras cidades do estado.

Ao tentar cumprir o mandado de prisão na residência do suspeito, os policiais se identificaram e pediram que ele se entregasse. No entanto, ao invés de se entregar, ele atirou contra os policiais, que revidaram e alvejaram Marcos. Ele não resistiu e morreu na hora.

Dentro da residência, foram localizadas drogas, a arma com a qual ele atirou contra os policiais e uma quantidade em dinheiro. Diante dos materiais encontrados, a PC deduz que ele teria participação, como mentor intelectual e mandante, dos crimes de furto a um comércio que ocorreu em Juara na última segunda-feira (19).

Conforme o boletim de ocorrência, Marcos ocupava um cargo de chefia da organização criminosa em que fazia parte. Era ele quem cobrava a mensalidade dos pequenos traficantes. Pesa contra o Marcos Henrique, crimes cometidos em Campo Novo do Parecis, entre eles homicídios e, possivelmente assassinatos praticados em Juara e que estaria com a incumbência de praticar outros dois crimes, contra outras pessoas que estariam designadas para morrer.

A arma usada pelo homem para atirar contra os policiais e as cápsulas das munições deflagradas e intactas, estava ao lado do corpo do homem e foram recolhidas para serem periciadas pela Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec).

28 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like