Venda de carros usados em MT cresce 212% em 2021

O mercado de carros usados em Mato Grosso cresceu 212% neste ano, conforme dados da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto). Em julho de 2021, foram vendidos 37.613 veículos, enquanto no mesmo período do ano passado foram vendidos 12.056 veículos.

Houve um salto de 132.259 veículos em 2020 para 216.399 veículos neste ano. Um dos motivos desse aumento é o investimento em automóveis e a demora das montadoras para entregar veículos novos.

Para o Ricardo Laub, presidente Agenciauto Mato Grosso, esse aumento na venda de veículos usados se deu pela procura.

“Se você tem uma oferta pequena e uma procura muito grande, naturalmente haverá um aumento de preço, esse preço também está diretamente relacionado ao aumento do preço do carro zero, então os aumentos surgem dessas demandas naturais de mercado e das mudanças da base do preço do veículo zero. Uma caminhonete que custava antes R$ 160 mil, hoje está custando até R$ 220 mil. Isso faz com que o preço eleve também do seminovo. Geralmente o seminovo é 20% mais barato do que um carro zero quando ele já tem um ano de uso”, explicou.

Na análise, Ricardo explica que o preço do veículo usado acompanha o preço do carro zero, por isso a demanda faz com que o valor desse veículo também esteja em alta. Ainda existem alguns elementos de interferência sobre esse mercado, que é a baixa produção de veículos.

Se for dividir por tipo de veículos, no levantamento da Fenauto, em julho do ano passado, foram vendidas 2.837 motos e, em julho deste ano, 10.971.

Esse aumento expressivo é visto com carros usados também. Em julho do ano passado foram vendidos 5.457 automóveis e no mesmo período deste ano, 17.140, um aumento de 214,1%.

Mato Grosso é segundo estado do Centro-Oeste com a maior quantidade de veículos usados vendidos no mês de julho deste ano, com 37.613 veículos.

Ricardo Laub ainda lembrou que era natural antes da crise de 2008 que o veículo usado vendesse três para cada um veículo novo e hoje voltamos a esse patamar.

“Na verdade estamos estabilizados dentro daquilo que já foi um dia um mercado, então estamos em recuperação, então é um momento excepcional que nós devemos aproveitar”, pontuou.

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like