PAI DE SANTO FOI BALEADO POR ESTA TENDO CASO COM MENOR

Teria sido motivada pelo fato do pai do menor não aceitar que ele participasse dos cultos de umbanda. Já a segunda, é de homofobia. Está sendo investigado se o menor tinha um relacionamento com uma das vítimas e que seria o dono da casa.

 

Polícia Civil de Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá) segue investigando o homicídio consumado e tentado ocorrido no último domingo (14), em um centro de umbanda. Duas motivações são investigadas, a de intolerância religiosa e a de homofobia.

Conforme já divulgado pela reportagem do , o suspeito foi identificado como pai de um menor de 13 anos, que estava frequentando o centro de umbanda. No dia do crime, ele foi buscar o filho, invadiu o local armado e atirou contra as vítimas.

 

Morreu no local o jovem Vittor Cauã Bianchini Silva, 17 e ficou ferido um rapaz de 21 anos, dono da casa onde funcionava o centro. Apesar de não conduzir o inquérito do crime, o delegado regional Thiago Garcia Damasceno disse em entrevista à imprensa local que há duas motivações sob investigação.

 

 

Testemunhas já foram ouvidas e o caso segue em andamento. Se o suspeito não for localizado dentro do período do flagrante, a polícia vai pedir que a Justiça decrete sua prisão. Corpo de Vittor foi sepultado sob comoção no começo da semana.

 

Já o rapaz que sobreviveu passou por 12 horas em uma cirurgia e se recupera em um hospital da cidade. O  entrou em contato com familiares da vítima, que preferiram não se manifestar no momento. “Quando ele se recuperar, vai falar com vocês”, disse uma prima do rapaz.

1 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like