Chefão do PCC é encontrado no Paraguai – Veja a Vida de Luxo dele !!

Em 4 de fevereiro de 2019, quando foi preso pela Polícia Federal, os agentes apreenderam um relógio Audemars Piguet avaliado em 61.200 euros (R$ 406.637 na cotação de ontem) e outro da mesma marca no valor de US$ 100.300 (cerca de R$ 548 mil). Foram encontrados ainda R$ 31.915, US$ 105.200 (R$ 575 mil na cotação de ontem) e 48 peças de joias, pesando 1,087 kg. Na garagem estava estacionada uma BMW adquirida por R$ 167 mil. O veículo importado foi comprado em nome da diarista de Minotauro. Carro de luxo foi apreendido na operação em que Minotauro foi preso

Diarista, governanta, massagista e um piloto de aeronaves faziam, segundo investigações da Polícia Federal, parte do estafe de Sérgio de Arruda Quintiliano Neto, 36, o Minotauro, o homem escalado pelo PCC (Primeiro Comando da Capital) para impor o terror e acirrar a guerra pelo controle do narcotráfico na fronteira do Brasil com Paraguai. Minotauro morava com a mulher, uma advogada de 40 anos, na cobertura do edifício Marina Beach Towers, em Balneário Camboriú, em Santa Catarina. O aluguel era de R$ 10 mil mensais, mas ele pagou R$ 130 mil adiantados por um ano de locação do imóvel

 

1 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like