Os caminhoneiros tiveram de encerrar o bloqueio na BR-364 mais cedo do que previam. A PRF informou que se a manifestação não terminasse os motoristas seriam multados no valor de R$ 5 mil.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o bloqueio começou por volta das 6h com ambulâncias sendo liberadas e caminhões com carga perecível. Este é o segundo dia de protestos nas rodovias de Mato Grosso.

A BR-364 é a principal rota de escoamento dos grãos produzidos em Mato Grosso, e enviadas para a exportação.

De acordo com os motoristas, a paralisação é uma forma de manifestar contra o aumento do preço do óleo diesel, que, segundo os caminhoneiros, pesa 60% do valor recebido pelo frete. Eles também reivindicam melhores condições de trabalho e cobram do governo federal a promessa de construção de postos de parada para descanso.

Segundo o representante dos caminhoneiros, Luis Camarão, alguns motoristas são contrários a este protesto e estão brigando entre si. “Todos deveriam lutar para baixar os valores dos combustíveis, mas não é assim. Alguns motoristas ficaram revoltados e 5 caminhões furaram o bloqueio. Devido a isso teve revolta por parte de alguns motoristas que atiraram pedras nos veículos”.

Desde o ano passado diferentes grupos de caminhoneiros têm iniciado protestos por causa do aumento dos combustíveis e para protestar contra o governo. Os que têm conseguido maior adesão são os grupos ligados ao agronegócio.

De acordo com a PRF, a fila de caminhões, neste momento, está em torno de cinco quilômetros.

 

fonte : gazeta digital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *