Mais de 50% dos municípios mato-grossenses estão com alta incidência de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que também é vetor do vírus da Zika e da febre chikungunya.

Segundo boletim divulgado pela equipe técnica epidemiológica da Secretaria estadual da Saúde, 79 cidades estão com índice superior a 300 casos por 100 mil habitantes. No estado, a incidência é de 453 casos notificados a cada 100 mil habitantes, o que representa um aumento significativo em relação ao mesmo período do ano anterior.

Conforme o boletim, apenas durante os três primeiros meses deste ano, Maot Grosso registrou 14.817 notificações de casos de dengue, número 246% maior do que o mesmo período no ano passado, quando houve 4.277 notificações da doença.

Segundo o estado, apenas uma morte por dengue já foi confirmada no estado, no município de Juína, a 737 km de Cuiabá. Outros dois óbitos estão sob investigação nas cidades de AripuanãAraguaiana, a 976 km e 570 km da capital, respectivamente.

saiba mais

  • Já em relação ao vírus da Zika, 12.788 casos suspeitos foram notificados neste período em 113 municípios do estado, contra 9.034 casos nos três primeiros meses de 2015. Conforme a SES, 57 cidades estão classificadas como de alto risco para transmissão da doença, entre eles Cuiabá, AraputangaCáceresReserva do Cabaçal e Várzea Grande.

Sobre a febre chikungunya, já foram registrados 534 casos suspeitos este ano em 45 municípios, com incidência de 16 casos por 100 mil habitantes. No ano passado, foram 315 casos registrados no mesmo período. Até o momento, 96 municípios não notificaram casos de febre chikungunya.

Prevenção
De acordo com o governo do estado, 90% dos criadouros do mosquito Aedes aegypti são encontrados nos domicílios. Por isso, a orientação dos agentes de saúde é para que a população tome medidas de prevenção e controle dentro de suas casas para evitar a proliferação do vetor, fechando as caixas d’água de forma adequada, não acumulando vasilhames, lixos e embalagens no quintal, verificando se as calhas

Fonte: g1 mt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *