Exatas 1.344 pessoas já se inscreveram para o concurso público da Prefeitura de Cuiabá para auditor fiscal tributário da receita. As inscrições são realizadas no site da Fundação Getúlio Vargas e terminam no próximo domingo (28).

O concurso disponibiliza 38 vagas, sendo 10 para preenchimento imediato. As vagas são remanescentes do certame realizado em 2014, em que somente três candidatos foram classificados, de um total de 4.563 inscritos. O salário é de R$ 11,9 mil  para atuar 40 horas semanais.

De acordo com o secretário de Fazenda, Pascoal Santullo Neto, o número de inscritos está dentro do previsto e a expectativa é de que pelo menos 5 mil candidatos participem do concurso. Pode se inscrever qualquer candidato que possua curso de nível superior completo, mediante o pagamento da taxa no valor de R$ 150.

“Até agora, foram 5 mil pessoas que já se inscreveram e baixaram a guia para o pagamento da taxa, mas não pagaram ainda. Então, temos esses 1,3 mil que já estão efetivamente inscritos e mais essas pessoas.  Assim, esperamos que, ao todo, 5 mil pessoas se inscrevam, considerando aqueles já inscritos, mas que por ventura não paguem a taxa, e aqueles que ainda podem se inscrever”, explicou.

O certame será composto de prova objetiva e avaliação de títulos. A prova terá 140 questões e será realizada no dia 27 de março, em duas fases. Durante o período matutino, será aplicada a prova I, com as disciplinas de língua portuguesa, matemática financeira, direito civil, direito empresarial, economia e administração, auditoria e contabilidade geral.

Já no período vespertino será aplicada a prova II, com as disciplinas de direito constitucional, administrativo e tributário financeiro, contabilidade pública e finanças públicas e legislação tributária. O candidato deverá ter o mínimo de 50% de acertos nas questões das provas I e II. No último concurso, a nota de corte foi de 60%.

“Esperamos, dessa vez, preencher todas as vagas ofertadas no concurso, pois nós flexibilizamos a nota de corte e o candidato não pode zerar nenhuma das questões para ter seus títulos avaliados. Dessa forma, estamos facilitando o certame, mas mantemos os mesmos critérios e exigências, pois nós temos que ter servidores na área da Fazenda cada vez mais qualificados”, finalizou o secretário.

A avaliação de títulos é de caráter apenas classificatório, com pontuações que variam de um a dez pontos. A previsão é de que o certame se encerre ainda no primeiro semestre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *