Mauro diz que obras da 1ª ferrovia estadual devem começar no segundo semestre de 2022

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), disse em entrevista à Centro América FM, nesta segunda-feira (20), que a empresa responsável pela implantação da primeira ferrovia estadual já protocolou o pedido de licença ambiental e aguarda o período de análise, que pode levar até seis meses. Segundo o governador, a previsão é que as obras sejam iniciadas no segundo semestre de 2022.

O contrato de adesão junto à Rumo Logística S/A para a construção, implantação e exploração de 730 km da ferrovia, foi assinado nesta segunda-feira.

Mauro Mendes explicou que, além do período de licença ambiental, a empresa passa por outras avaliações até estar apta para começar as construções.

“É uma empresa que tem estudado esse trecho há muito tempo. Já existia um interesse em que pudesse sair esse tipo de autorização para fazer essas obras. Estima-se um prazo de cinco a seis meses para processar a análise, fazer audiências públicas e, assim que emitida a licença para instalação, a empresa já poderá começar as obras”, explicou.

Segundo o governador, terminado a licença, a empresa tem um período para mobilização, que é a construção de canteiros e outras obras. “A empresa trabalha com a expectativa de que no segundo semestre do ano que vem teremos obras acontecendo”, disse.

Mendes disse que a ferrovia deverá chegar a Cuiabá em 2025. Já para chegar em Lucas do Rio Verde, que é o último trecho, estima-se um prazo sete anos.

“Mas, nesse período, outros trechos já estarão em funcionamento, como o trecho entre Campo Verde e Primavera do Leste, que estima-se um prazo de cerca de dois anos”, contou.

A proposta apresentada pela empresa, segundo o governo, prevê investimento de R$ 11,2 bilhões para a implantação da ferrovia estadual.

O estado avalia que, com a implantação da ferrovia, Mato Grosso se tornará mais competitivo, com maior capacidade de escoamento dos produtos do agronegócio, e redução dos custos do frete e do transporte. Pelo menos 27 municípios do estado, que estão próximos do traçado da linha férrea, devem ser beneficiados diretamente com a ferrovia.

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like