Saiba quais os primeiro cuidados com o seu pet

Enfim, o grande dia chegou: seu filhote acaba de vir para casa, antes de recebê-lo, possivelmente, você passou por momentos de pesquisa para avaliação de ONGs ou sobre o temperamento das raças com que se identifica, para garantir que o ambiente seja ideal para ele e também para que a família e o pet tenham uma ótima relação.

 

Esse tempo de busca e de visitas, gera ainda mais expectativa e ansiedade para os dias junto com o seu melhor amigo, mas, e agora? Como garantir que o filhote se desenvolva bem?

Perito animal

Filhote mamando

 

Separamos 5 dicas para que o seu melhor amigo viva saudável e feliz ao seu lado, basta seguir e curtir seu filhote.

 

Participe do #MeuBichoeEu #GazetaDigital – Mande sugestões de reportagens para o e-mail: redacao@gazetadigital.com.br 

 

1 – Crie uma rotina adequada para o temperamento do pet

 

É preciso conhecer o seu peludo para que você consiga criar uma rotina que o deixe satisfeito e feliz. Caso ele seja mais agitado, é recomendado estimulá-lo com atividades em que ele possa gastar energia, como caminhadas e outras brincadeiras. Caso o cão tenha maior tendência ao sedentarismo, recomenda-se incluir na rotina dele atividades que o estimulem ao movimento.

 

2 – Não há idade certa, já pode começar a adestrar

 

Muitas pessoas acreditam que há uma idade correta para iniciar os treinamentos com seu cão, mas, ele pode começar a ser treinado assim que chega em sua casa. Com paciência e alguns cuidados, ensinar o cão faz com que ele estabeleça um vínculo ainda maior de afeto e segurança com seu tutor.

 

Canal do Pet – iG

Filhotes

3 – Sociabilize seu filhotinho

 

O cão deve ser sociabilizado para que ele se torne mais seguro e menos reativo a outras pessoas, animais ou barulhos. Até os três meses, os cães têm mais facilidade de enfrentar novas experiências, então, é preciso que ele seja apresentado ao maior número de pessoas e animais possíveis e seja exposto a barulhos rotineiros, sempre sob a sua orientação para que ele se sinta seguro. Embora pareça simples, essa atitude os faz ficar mais calmos e valentes quando mais velhos. Entretanto, é preciso ter cuidado com a forma com que o cão é exposto para que não haja traumas.

 

4 – Seu cão precisa de um líder

 

Petz

Cão filhote

Os cães devem reconhecer você como tutor e líder. Assim, a rotina de adestramento que estimula bons comportamentos e recompensa é uma boa estratégia para que isso aconteça. Não reconhecer o tutor como líder pode ocasionar agressividade e outras características relacionadas à sua tentativa de dominar o ambiente. Isso acontece porque, naturalmente, os cães andam em matilha e para o peludo, sua matilha é a família com que convive, assim, não se trata de um mal comportamento, mas, de uma posição que o cão assume naturalmente, caso não identifique o líder.

 

5 –  Mantenha o seu filhote em segurança

 

Os três primeiros meses é o período que requer maior cuidado com a saúde do pet, é preciso evitar o contato com animais com problemas de saúde ou que você não conheça até que o filhote esteja totalmente imunizado com as vacinas recomendadas pelo veterinário. Para levar o filhotinho para passear, é recomendado optar por um carrinho ou levá-lo no colo, pois ele não deve correr riscos de contrair doenças.

 

Texto – Botica Pets

 

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like