MT é o ultimo no ranking de vacinação no BRASIL ; VEJA

Continua lento o ritmo de vacinação em Mato Grosso. Até esta segunda-feira (19.04) apenas 8,6% da população do estado havia recebido pelo menos a primeira dose de imunização contra a covid-19, conforme dados divulgados pelo Consórcio de Imprensa. De acordo com o Ministério da Saúde, 703.810 doses já foram entregues ao estado e 65,57% já foram aplicadas.

 

A última entrega de remessa ao estado aconteceu na última sexta-feira (16.04), quando o Ministério da Saúde entregou 85.050 doses. Desde janeiro, quando a distribuição das vacinas foi iniciada, Mato Grosso recebeu em média 43,9 mil doses por semana. O número é inferior à média do vizinho Mato Grosso do Sul, que tem cerca de 700 mil habitantes a menos. Por lá, a média semanal de doses recebidas é de 44,25 mil.

 

Conforme o Ministério da Saúde, das 703.810 doses entregues ao Governo do Estado, 630.751 já foram distribuídas aos municípios, o que equivale ao percentual de repasse de 89,6%. De acordo com a pasta, Cuiabá é o município que mais recebeu doses, com 139.737. Seguindo a capital, aparecem nas listas de municípios que mais receberam remessas, Várzea Grande (48.891), Rondonópolis (38.887), Sinop (24.945), Barra do Garças (20.312), Cáceres (18.537) e Tangará da Serra (14.382).

 

No ranking nacional, os estados, que junto de Mato Grosso, menos vacinaram sua população são Amapá (8,82%), Rondônia (8,82%), Tocantins (9,15%), Acre (9,27%) e Maranhão (9,57%). No topo da lista, onde a vacinação tem ocorrido de forma menos lenta, aparecem Rio Grande do Sul (16,97%), Mato Grosso do Sul (14,94%), Espírito Santo (14,60%), Paraíba (14,31%) e Bahia (13,65%).

 

Cobrança no congresso nacional

 

Parlamentares mato-grossenses estão pedindo esclarecimentos do Ministério da Saúde em relação à lentidão nos repasses para o estado. Nesta quinta-feira (15.04), o deputado federal Emanuelzinho (PTB) protocolou um requerimento de informação solicitando ao ministro Marcelo Queiroga esclarecimentos. No texto, o deputado questiona quais são os critérios na distribuição de imunizantes contra a covid-19, levando em consideração a quantidade inferior recebida por Mato Grosso

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like