O governador Mauro Mendes descarta lockdown em MT

Segundo o chefe do Executivo, já existe medidas restritivas no Estado e que um novo decreto será apresentado para “apertar” mais as regras de distanciamento social.

“É muito difícil [impor medidas mais duras] quando um número muito grande de pessoas não querendo alguma coisa. Se você manda alguém fazer o que não querem, não vão respeitar”, disse Mendes durante entrevista a rádio CBN na manhã desta quinta-feira (25).

Para ele, existe um sentimento de insubordinação e falta de respeito da população em relação às autoridades. “O desrespeito às autoridades está ficando latente do nosso país. Isso é muito ruim, muito perigoso e em algum momento poderá fugir do controle”.

 

O chefe do Palácio Paiaguás também afirmou que o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro em relação a pandemia da covid-19, tem influenciado as pessoas, já que é o principal líder do Brasil.

 

“No Estado existe sim um número grande de pessoas que são simpáticas à forma dele atuar, das coisas que ele diz e isso influência. A gente vê na região do agronegócio, que as pessoas não querem ouvir falar sob hipótese alguma em distanciamento, em paralisação e isso é um direito que as pessoas tem, mas existem consequências”, afirmou lembrando da alta contaminação e mortes no Estado.

 

Sobre a rejeição da Assembleia ao projeto de Lei que pretendia decretar lockdown no Estado através de antecipação de feriados, Mauro Mendes afirmou que os deputados representam a população e que ela decidiu não aceitar o distanciamento social.

 

“Nós vamos apertar as medidas, com mais restrição, mas dentro do que me cabe, do que é permitido. Agora tudo tem suas consequências, e na minha opinião a população está cometendo um equivoco”, finaliza.

23 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like