Olha isso : Itaú demite 50 funcionários que solicitaram auxílio emergencial

Itaú Unibanco decidiu demitir 50 funcionários que solicitaram, em 2020, o auxílio emergencial fornecido pelo governo federal de R$ 600 para desempregados e trabalhadores informais afetados pela pandemia.

O Itaú emitiu um comunicado interno em que divulgou as demissões. Em nota, o banco afirma que a ética é um valor fundamental, que deve ser cultivado não apenas nas decisões da instituição, mas também dos seus colaboradores. Assim, o pedido configura desvio de conduta.

Segundo as regras do governo, quem tem emprego ou recebeu acima do teto de R$ 28,5 mil do Imposto de Renda de 2018 não tem direito ao benefício. Não está claro, porém, se os ex-funcionários do Itaú receberam o auxílio.

Nesta quinta-feira, o Senado aprovou o texto-base da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que abre caminho para uma nova rodada do auxílio emergencial.

As novas parcelas do auxílio emergencial devem ser de quatro parcelas de R$ 250, nos meses de março, abril, maio e junho, a fim de combater os efeitos econômicos nocivos da pandemia da covid-19.

1 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like