Cerca de 15 horas após o corpo da servidora pública Rosineide Maria de Souza, 45, ter sido encontrado às margens do rio Vermelho, em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), a Polícia Civil prendeu, na madrugada desta quarta-feira (10), o ex-namorado dela acusado de matá-la. O caso está sendo tratado como feminicídio.

Pescador encontra corpo de servidora dentro de saco jogado em rio

Investigador que participou da ação de rastreamento do acusado informa que o nome do ex de Rosineide é Valdeci Vieira da Silva, 47. Ele tem passagem na polícia por uma tentativa de homicídio. Há anos atrás, deu 2 tiros também em uma ex-namorada em Mirassol do Oeste (300 Km a Oeste de Cuiabá). Ela escapou com vida.

É com este homem que Rosineide teve um relacionamento conturbado por 4 anos até que quis se separar. Há 6 meses estava com outro namorado, mas Valdeci não aceitava o fim do relacionamento.

Facebook

Rosineide já estava em outro relacionamento, mas ex não aceitava

Ao ser preso, confessou o crime. Contou que matou, ensacou o corpo em um saco de estopa, colocou no porta malas do carro e jogou de cima de uma ponte sobre o rio Vermelho.

Também foi preso o irmão dele, Valdomiro Vieira da Silva, 40, que o ajudou a ocultar o cadáver. Ele também tem passagem na polícia por tentativa de homicídio. Atacou um vizinho.

Ambos foram detidos em um assentamento na MT-130, região da Santinha.

Outro caso

Este é o segundo caso de feminício registrado em Rondonópolis este ano.

Dia 3 de janeiro, a adolescente de 15 anos, Kelly Cristina Lopes de Morais, estudante, foi assassinada com 4 tiros, em frente da casa dela por volta das 23h15, por ciúmes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *