Empresário Leonardo Kohlhase Martins, 27, filho do deputado estadual José Carlos de Freitas Martins e da secretária de Assistência Social de Várzea Grande, Kathe Maria Kohlhase Martins, foi preso na noite de sábado (2), por volta das 22h15, em um posto de combustível, por crimes de ameaça, desacato e dano.

Consta em boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar que ele estava embriagado, dirigindo uma caminhonete Toyota Hilux, prata, placas QBL 1345, quando bateu contra bomba de combustível em um posto da capital e não queria assumir os prejuízos, tentando fugir do local.

O frentista A.C.P. acionou a PM, ao perceber que ele estava “alterado”, e, junto com outros frentistas de plantão, impediu que o empresário fosse embora.

“O condutor, realmente, aparentava estar embriagado, apresentando olhos avermelhados, hálito com odor etílico e muito exaltado”, detalha registro policial.

Leonardo se recusou a fazer o teste do bafômetro e disse que “não deve satisfação a ninguém, que iria embora daquele local e, caso a guarnição tentasse detê-lo, iria ligar para coronel amigo de seu pai para prender a guarnição”.

Sendo assim foi preso por desacato.

A PM registrou, em caráter de observação, que “durante a confecção do boletim de ocorrência, Leonardo se mostrou a todo momento bastante arrogante, debochado”, insultando militares, com expressões de zombaria.

Para finalizar a ocorrência, o acusado acabou passando pelo bafômetro, que constatou a embriaguez, com a presença de 0,36 mg/l de álcool no sangue.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *