Os vereadores começam a avaliar a partir da próxima semana a nova Planta de Valores Genéricos do Município. O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, entregou a nova revisão de valores que deve passar a vigorar em 2019 aos parlamentares nesta semana. O aumento no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto sobre Transmissão de Bens e Imóveis (ITBI) deve gerar para o município um incremento de 5% a 10 % de

“Eu não iria fazer uma nova revisão sem dar explicações para a população. Foi uma matéria construída a várias mãos, onde quase 20 segmentos organizados de vários setores da sociedade elaboraram durante seis meses a planta, para construção dessa proposta que busca justiça fiscal”, disse Pinheiro.

A última correção aconteceu em 2010, durante esse tempo, foram feitas apenas atualizações que supervalorizaram imóveis com o advento da Copa do Mundo de 2014. Os trabalhos de elaboração da nova Planta de Valores Genéricos foram realizados durante seis meses, com a colaboração de 17 entidades, a maioria do ramo imobiliário. Para isso, foram levantadas sugestões de preços, avaliação de cada bairro da cidade, rua por rua, e indicado o preço do metro quadrado.

“Se a Câmara entender que essa proposta será votada em 2018 para entrar em vigor a partir do dia primeiro de 2019, não teremos problemas, porque o que queremos é uma justiça fiscal e que pessoas saibam que precisam contribuir com o tesouro municipal para investirmos mais na melhoria da qualidade de vida”, afirmou Emanuel.

A valorização imobiliária sob os conceitos regionais (bairros e localidades) estabelece valores reais, investimentos, zoneamento, tributação, setorização cadastral, entre outros fatores. Desta forma, facilitará o entendimento dos valores venais atribuídos aos imóveis, que estarão mais próximos da realidade de mercado. (Com informações da assessoria)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *