Os casos de suicídio no Brasil continuam acontecendo, e alguns alarmantes ganham atenção da imprensa e fazem barulho nas redes sociais. Na tarde de sábado (30), por exemplo, um homem identificado como Bruno Monteiro resolveu dar um fim à sua vida após uma briga com sua namorada ou esposa. No vídeo publicado com ele no instagram é posível notar que ele está muito bravo e afirma: “era para você ficar ao meu lado, agora você vai sofrer”, gravou.

Motoristas que passavam pela ponte flagraram o momento em que Bruno saltou para a morte. Não se sabe se ele morreu, mas há informações preliminares que afirmam que ele teria sido socorrido e levado ao hospital em estado grave, mas não há qualquer informação sobre o seu estado no momento.

Recentemente, um caso parecido foi noticiado aqui no News365. Um homem se deixou ser picado por uma mamba negra, cobra de veneno muito poderoso, por ter se separado da esposa. O suicídio também foi registrado em vídeo e foi um assunto muito comentado na época. Ele começa a se debater e seus olhos reviram até que ele cai e a transmissão se encerra. É possível ler a matéria neste link.

As taxas de suicídio entre jovens preocupam a comunidade médica. Os números são crescentes desde 2002, foram 10% a mais. Em 2014, foram 2.898 suicídios entre jovens de 15 a 29 anos, porém nem se compara ao número de pessoas assassinadas na mesma feixa etária: 30 mil apenas no Brasil.

Entre 1980 e 2014, o número de suicídios no país cresceu em 60%. “É como se os suicídios se tornassem invisíveis, por serem um tabu sobre o qual mantemos silêncio. Os homicídios são uma epidemia. Mas os suicídios também merecem atenção porque alertam para um sofrimento imenso, que faz o jovem tirar a própria vida”, afirma o especialista Julio Jacobo Waiselfisz, coordenador da Área de Estudos da Violência da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais.

Os estados do norte e centro-oeste tem maior taxa de suicídio. Os especialistas informam que a taxa é maior entre os indígenas, no Mato Grosso do Sul e no Amazonas. O número de jovens que se mataram entre 15 e 29 anos é maior que os dados analizados dos demais grupos da população brasileira, de acordo com “Os Jovens do Brasil”, publicação de Jacobo.

Em países como Coreia do Sul e Lituânia, os números são maiores: 30 pessoas a cada 100 mil se matam. Na Rússia, Bielorússia e Cazaquistão são 25 por 100 mil. O Brasil é o ooitavo país com o maior número de suicídios no mundo. Depressão, drogas, abusos e bullying são grandes causas deste problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *