O ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP) anda preocupado com os desdobramentos da delação de Silval Barbosa (PMDB), que o apontou como um dos responsáveis pelos esquemas de corrupção em Mato Grosso.

 

Um dos fatos que está tirando o sono de Maggi – alvo recente de busca e apreensão da Polícia Federal – foi a visita de seu suplente, o atual senador Cidinho Santos(PP), a Silval, quando este ainda estava preso no Centro de Custódia de Cuiabá.

 

Silval gravou a conversa e disse que Cidinho tentou convencê-lo a desistir de delatar esquemas de corrupção, para proteger Maggi e outros citados.

 

O senador também disse, segundo Silval, que o grupo político do qual faz parte estaria trabalhando no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Brasília (DF), para barrar a Operação Ararath, que investiga saques de dinheiro público por meio de esquemas na gestão do atual ministro no Paiaguás.

 

Conforme Silval, Cidinho disse que Maggi poderia trabalhar pela anulação da Ararath, e ver o que poderia ser feito para agilizar sua saída da prisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *