O presidente do PSD e vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro disse em conversa com a imprensa que deseja manter o senador José Medeiros (PSD) no partido. O parlamentar vem cogitando a troca de legenda com a intenção de viabilizar a sua reeleição.

“É um grande companheiro, tenho uma grande admiração e respeito pelo mandato que vem exercendo, respeito se ele tomar essa decisão, mas quero muito que ele continue no PSD. É um bom nome, tem direito de pleitear a reeleição e o PSD é um bom partido. Tenho certeza que ele pode ficar e buscar essa candidatura”, disse Fávaro.

Mesmo estando na base aliada do governador Pedro Taques (PSDB), nos bastidores se comenta que o vice-governador pode ser uma opção caso o tucano saia inviabilizado de sua gestão. Além disso, se fala sobre o desejo de Fávaro em ser candidato ao Senado. Com essa situação Medeiros ficaria em 2º plano nas próximas eleições.

O vice-governador, porém, nega que busca outras vagas na majoritária. De acordo com ele, a composição só deve ser definida nas convenções do próximo ano. “Isso tudo é mera especulação externa, isso dentro do partido não existe, o PSD é um partido muito forte, que vem fortalecendo a base aliada do governador e vai contiuar sendo. Tenho certeza que será fundamental a participação do PSD na majoritária”, afirma Fávaro.

Sobre o próximo pleito ele alega que ainda não é o momento de fazer afirmações, mas deixa claro que o candidato do grupo é o atual governador Pedro Taques. “Agora, a posição da legenda isso só será resolvido em 2018. Nosso candidato a governador é o Pedro, que tem tudo para disputar e sair vencedor. E onde o Fávaro vai estar? Garanto que é junto à chapa aliada. E a posição nessa chapa os partidos políticos devem decidir como será feita essa composição”, disse o presidente.

 

fonte ; gd

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *