Com os termômetros registrando máximas de 38ºC, a umidade relativa do ar baixa, que chegou a 13% nesta terça-feira, o aumento das queimadas e a falta de chuvas na Grande Cuiabá, a Defesa Civil emitiu alerta de perigo para a saúde e as escolas de Cuiabá e Várzea Grande foram orientadas sobre cuidados específicos para garantir o bem estar dos alunos e profissionais.

 

Medidas como alimentação escolar mais leve na merenda, adoção de garrafa com água em salas de aulas e orientações de saúde foram adotadas nas unidades para que os alunos passem com mais tranquilidade por esse período.

De acordo com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e as secretarias municipais de Cuiabá e Várzea Grande, as unidades escolares já receberam recomendações, entre elas a suspensão das atividades externas e, apesar do clima seco, ninguém foi autorizado a reduzir a carga horária.

Na Escola Estadual Dr. Hélio Palma de Arruda, no bairro Planalto, na capital, a coordenadora Greice Martins explica que as aulas de educação física externas foram substituídas por aulas de orientação. Conforme ela, os professores ensinam sobre medidas que devem ser tomadas durante essa época do ano aos alunos. “Eles deixaram de ter aula de esforço físico para aprender sobre a importância da hidratação do corpo, importância da água para nosso corpo, quais os problemas de saúde podem surgir nessa época, e assim por diante”.

Além dessas aulas, a coordenadora lembra também que os alunos estão sendo orientados a levarem para escola sua garrafinha de água, para que assim tomem mais água durante todo o período das aulas.
Na Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, no bairro Jardim Colorado, em Cuiabá, os alunos tiveram as aulas de educação física substituídas por outras atividades como, por exemplo, xadrez e aulas de música.

Os alunos na unidade também são orientados a beber mais líquido durante o dia e a utilizarem protetor solar.

Outras medidas que também têm sido tomadas pelas unidades escolares de Cuiabá e Várzea Grande é a inclusão de mais frutas no cardápio dos alunos e a orientação para a utilização de roupas mais “leves” durante esse período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *