Uma dupla de assaltantes aparece em vídeo registrado dentro da cadeia levando uma surra de outros presidiários da facção criminosa Comando Vermelho. Walisson da Silva Carvalho, 18 anos e Roni Santos Botelho da Silva, 18, receberam o chamado ‘salve’ por terem feito um assalto à uma casa, amarrado e agredido as vítimas no bairro José Carlos Guimarães, em Várzea Grande.

De acordo com o vídeo, feito pelos próprios detentos, a surra acontece pelo fato da dupla ter roubado ‘na quebrada’. Nos últimos meses, circulam diversos vídeos em redes sociais nos quais bandidos são surrados por outros criminosos, que se dizem integrantes da facção Comando Vermelho. A punição acontece quando há crimes em comércios e pessoas que moram em bairros de periferia.

“Não é para roubar em nenhuma quebrada mais. O bagulho é certo. Vermelhão [facção Comando Vermelho]”, diz um dos assaltantes no vídeo.

O assalto

Walisson e Roni entraram em uma casa no bairro José Carlos Guimarães acompanhados de um terceiro integrante, menor de 16 anos, na noite de sábado (22).

A PM realizava rondas na região quando Walisson foi abordado em uma motocicleta Honda XRE 300 com um simulacro – imitação de arma – na cintura. Ao ver a polícia, uma das vítimas gritou por socorro, de dentro da casa onde era mantida como refém.

De acordo com a PM, Roni e o menor estavam mantendo um homem como refém. A vítima estava amarrada e com uma camiseta cobrindo a cabeça. Durante todo o período do assalto, ele era agredido e ameaçado de morte.

Roni ainda tentou resistir à prisão e lutou com os policiais. O trio foi detido e encaminhado para a Central de Flagrantes da cidade, onde o crime foi registrado como roubo, cárcere privado, porte de arma de brinquedo com fins de cometer crime,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *