Caso da autônoma cuiabana Ana Lúcia Moraes, 31, vem repercutindo nacionalmente, porque ela está hospitalizada e já passou por uma cirurgia com vistas de passar por outra porque ingeriu caco de vidro tomando uma cerveja no bar com amigos.

 

Isso aconteceu há um mês. A amiga dela, Grace Kelly, relata que Ana Lúcia pediu uma cerveja sem álcool e, quando o garçom abriu a garrafa, quebrou o bico. Ela já tinha bebida alguns goles, quando verificou ao fundo do copo cacos. Chamou o garçom e ele pediu desculpas.

“A conversa entre eles ficou nisso mas no outro dia ela sentiu fortes dores. Foi para o hospital e estava com hemorragia. Narrou o caso no bar e o médico decidiu operá-la, só não resolveu”, conta a amiga.

Na Santa Casa, onde ela está internada, continuou sentindo dores e agora, segundo a mãe dela, Ana Maria Moraes, 70, melhorou um pouco.

Mesmo assim, na manhã desta quinta-feira (6), ela está passando por novos exames, para tentar identificar onde estão os cacos no organismo dela. Um dos exames chama colonoscopia, que investiga o intestino grosso e porção distal do íleo. Local onde há a suspeita clínica de que o objeto estranho esteja.

Uma vez identificado, será marcada a segunda cirurgia, como explica a amiga e a mãe de Ana Lúcia.

Depois de tanto tempo de tratamento, um mês, amigos e parentes estão fazendo até uma campanha para angariar recursos para Ana Lúcia, que vive com a mãe, que está idosa, e um sobrinho, de 8 anos, que ela cria como se fosse filho.

Ana está sem trabalhar. Ela faz camisetas customizadas para vender. Assim sobrevive.

Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *