O presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Eduardo Botelho (PSB) garante que o projeto de lei que trata sobre o teto de gastos será tratado com prioridade na Casa de Leis. Contudo, afirma que ele não será votado no afogadilho sem uma ampla discussão.

“Estamos aguardando o projeto que visa equilibrar a receita do Estado e adequar às mesmas normativas do governo Federal. Todos os critérios propostos pelo governador serão amplamente discutidos aqui na Casa de Leis com os deputados e sociedade organizada”, enfatizou o socialista.

Botelho lembra que o Executivo tem a prerrogativa de pedir dispensa de pauta para garantir mais celeridade na votação. Mesmo se isso ocorrer, o deputado garante que o projeto será debatido até a exaustão com a sociedade, em especial com o servidores públicos estaduais.

A expectativa dos parlamentares era receber a mensagem ainda esta semana. O governador Pedro Taques, entretanto, já informou que irá aguardar a discussão do Conselho Previdenciário a cerca do aumento de 11% para 14% da alíquota de desconto previdenciário sobre o salário dos servidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *