Emanuel Pinheiro (PMDB) e Niuan Ribeiro foram diplomados prefeito e vice-prefeito de Cuiabá na noite desta quinta-feira (15), juntamente com os 25 novos vereadores da Capital.

Pinheiro garante que irá colocar em prática as promessas de campanha e já na primeira semana da nova administração irá humanizar o atendimento em diversas áreas.

“Uma cidade é feita de gente e não podemos nos esquecer disso. Esse governo não vai ter medo do contato com o povo e da poeira das ruas. O que não podemos é passar a campanha inteira nas ruas dos bairros da cidade e depois se esconder dentro de uma sala com ar-condicionado. Fomos eleitos para nos adaptarmos às exigências das ruas. Chega da velha política rançosa e rasteira”, discursou.

O novo prefeito promete relação harmônica com a Câmara de Cuiabá, porém, respeitando a independência do parlamento municipal.

No início do ano, o prefeito pretende garantir que os pais de alunos não passem por constrangimentos de dormirem em portas de escolas e creches na busca por matrículas na rede municipal. “Não queremos crise na voltas as aulas, no momento em que os pais forem fazer as matriculas dos filhos, tantos nas creches quanto nas escolas. Iremos assegurar que os responsáveis não durmam em frente de órgão de publico para garantir vaga”, disse o prefeito que assegurou também buscar melhorar a qualidade do ensino da rede pública na Capital.

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, que representou o governador Pedro Taques (PSDB) na cerimônia, garantiu que o Executivo Estadual estará de portas abertas para atender Emanuel e sua equipe. “Não há cidade no mundo melhor do que Cuiabá e os cuiabanos depositaram o destino da nossa cidade, no tempo em que ela completa 300 anos, nas mãos de vossa excelência. E no momento pelo qual passamos, em que a classe política tem sido tão duramente atacada, o ato de disputar uma eleição é um ato primeiro de coragem. Como cidadão que aqui vive quero desejar boa sorte, e quero dizer como representante do governador, que o Executivo está de portas abertas porque Cuiabá deve estar acima de qualquer interesse. Cuiabá não é minha, nem sua, nem de ninguém, é do povo”, discursou o secretário.

 

fonte ; gd

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *