Vendedora de 27 anos se defende de ladrão, o atacando no órgão genital, e evita ter bolsa levada. O ajudante de serralheria, Adriano Gonçalves Corrêa da Silva, 35, suspeito do crime, foi imobilizado por populares e preso em avenida de Cuiabá, na noite de segunda-feira (21).

 

Suspeito estava em companhia de uma garota de programa, parou a motocicleta próximo da vítima e anunciou o roubo. Vítima alega que seguia para um ponto de ônibus, na avenida Fernando Corrêa da Costa, região do bairro Jardim Kennedy, após sair do trabalho às 22h, quando foi alertada por uma amiga para correr.

Conta a vendedora, que após o alerta, olhou para trás e viu um homem em zigue-zague na moto, parou abruptamente e desceu correndo na direção dela, segurando por debaixo da camisa, como se estivesse armado.

A amiga correu, ela porém, tropeçou em um bueiro e foi alcançada pelo suspeito, que a derrubou ao chão e tentou tomar a bolsa. Mulher segurou o utensílio e foi agredida com vários murros nas costas. Enquanto apanhava no chão, para se defender, segurou com força no órgão genital do homem, para cessar as agressões.

Dois rapazes que estavam próximos vieram ao socorro da vítima, o suspeito tentou fugir, mas foi alcançado e detido até a chegada da Polícia Militar.

Inicialmente, suspeito negou o crime, mas acabou confessando que tentou roubar a bolsa da vítima, e que ela se defendeu “agarrando” seu órgão genital. Ele também disse que iria fazer um programa com a prostituta, e que ela nada tinha a ver com o assalto.

Vítima reclamou de dores nas costas e lesão na mão direita. Adriano tem passagem por tráfico de drogas e foi autuado em flagrante por tentativa de roubo e lesão corporal. Ele passará por audiência de custódia no Fórum de Cuiabá.

 

fonte ; gd

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *