Está cada vez mais difícil para o deputado estadual Wilson Santos (PSDB) receber o prefeito Mauro Mendes (PSB) em seu palanque na disputa a prefeitura de Cuiabá. Apesar do tucano propagar receber apoio do socialista, a tendência é de que isso não se concretize pelo menos de forma pública.

Nesta quinta-feira, a primeira-dama Virgínia Mendes fez críticas direcionadas ao tucano em postagem nas redes sociais. A “ira” da mulher do prefeito surgiu após ver o programa eleitoral de Wilson Santos falando sobre o projeto Siminina. Ex-prefeito, Wilson disse que atendia 1,7 mil pessoas durante seu período no Palácio Alencastro.

Coordenadora do programa na gestão do marido, Virgínia disse que o candidato a prefeito “mentiu” e revelou temor com o futuro do projeto, que atende meninas em situação vulnerável.

“De todas as ações que eu, enquanto primeira-dama coordenei e coordeno, este programa sem sombra de dúvidas conquistou meu coração e batalhei muito para que ele chegasse aonde chegou e tenho muito medo de que ele volte a ser o que era antes. Até doeu em mim quando eu assisti ao programa porque eu sei que não é verdade. Os pais e os monitores daquela época também sabem, vários vieram falar comigo depois e pedir pra eu não deixar fazerem com o Siminina o que fizeram anos atrás”, diz o texto escrito por Virgínia.

Virgínia contou que quando assumiu o programa eram apenas 198 crianças atendidas e não 1,7 mil como pregou o ex-prefeito. Ela também criticou a estrutura destinada ao programa.

Atualmente, são 1,2 mil garotas atendidas pelo programa. “E estas 1.200 são meninas que vão todo dia, temos lista de chamada para comprovar. São inúmeras realizações: reestruturação da parte física das unidades com pintura, reparos hidráulicos e elétricos, reformas de banheiros, cozinhas, aquisição de geladeiras (duplex, frost/free), fogões industriais, liquidificadores, utensílios de cozinha, móveis novos, algumas sedes foram construídas do zero, ganhando mais espaço e tudo feito com qualidade”.

A primeira-dama pontuou várias ações desenvolvidas no Siminina ao longo de 3 anos e 8 meses de gestão. Ela citou ainda que, a cada ano, foram realizadas oficinas de moda, que davam publicidade ao trabalho das garotas. “O ponto alto destes eventos foram os desfiles, o primeiro deles realizado na Musiva, o segundo no Buffet Leila Malouf, e o mais recente foi no Cenarium Rural, este último inclusive conseguimos levar os pais delas, foi um momento especial e as meninas brilharam nas passarelas. Estes eventos com certeza entraram pra sempre na história delas e marcou muito tanto as crianças quanto os pais”, afirma.

Virgínia destacou o empenho de cada servidor para que o programa prestasse serviço de qualidade as garotas beneficiadas e destacou “seu amor” pelo projeto. “Fiz este breve relatório para compartilhar com vocês estes avanços e dizer que tudo o que fizemos foi com amor, com carinho, buscando o melhor. Trabalhei incansavelmente por este Programa, dei meu coração em tudo”.

A esposa do prefeito reforçou que a gestão passada “maquiava” os dados sobre o programa. Ela reafirmou seu temor de que ele seja sucateado ou extinto. “Não vamos deixar que ele volte a ser o que era antes. Não devemos aceitar que uma vez por ano façam o que faziam antes, quando realizam um festival de dança e aí reuniam 1.700 até 2.000 meninas, mas depois que passava o evento as crianças não tinham a menor vontade de voltar para as unidades, pois não tinham o que fazer, não tinham material e muitas vezes nem comida. E cabe a nós fiscalizarmos e cuidar para não deixar que os erros do passado retornem. Chega de mentiras. O povo está cansado destas mentiras. Política tem que ser feita de forma séria, com compromisso, com amor, com dedicação”, concluiu.

Íntegra do post de Virgínia Mendes:

Dias desses assisti no programa eleitoral um candidato mencionando o orgulho que sentia pelo trabalho e pelos avanços que tinha realizado em prol do Programa Siminina. O candidato destacava o atendimento a 1.700 meninas. Quem me conhece e acompanha meu trabalho sabe que o Siminina é a minha paixão. De todas as ações que eu, enquanto primeira-dama coordenei e coordeno, este programa sem sombra de dúvidas conquistou meu coração e batalhei muito para que ele chegasse aonde chegou e tenho muito medo de que ele volte a ser o que era antes. Até doeu em mim quando eu assisti ao programa porque eu sei que não é verdade. Os pais e os monitores daquela época também sabem, vários vieram falar comigo depois e pedir pra eu não deixar fazerem com o Siminina o que fizeram anos atrás. E é por isso que estou me manifestando por aqui. CHEGA DE MENTIRAS. O POVO ESTÁ CANSADO DE MENTIRAS.

Para quem não sabe, quando assumimos, o Siminina tinha 198 meninas frequentes, unidades depredadas, sucateadas, falta de material pedagógico, de profissionais, enfim, parecia mais com um depósito de crianças. Era triste ver no que o Siminina tinha se transformado. As monitoras mais antigas podem comprovar isso. E as fotos falam por si só.

Hoje tenho muito orgulho do que conseguimos fazer nestes quase 4 anos à frente do Siminina. Temos atualmente 1.200 meninas frequentes, em 17 unidades. E estas 1.200 são meninas que vão todo dia, temos lista de chamada para comprovar. São inúmeras realizações: reestruturação da parte física das unidades com pintura, reparos hidráulicos e elétricos, reformas de banheiros, cozinhas, aquisição de geladeiras (duplex, frost/free), fogões industriais, liquidificadores, utensílios de cozinha, móveis novos, algumas sedes foram construídas do zero, ganhando mais espaço e tudo feito com qualidade.

Promovemos capacitações para os professores, criamos a Semana Pedagógica, trabalhando temas extremamente relevantes, como bullyng, autoestima, exploração sexual, importância do esporte e da alimentação saudável, ‘contação’ de histórias, importância da leitura, dramatização, artes.

Confeccionamos novos uniformes e além do conjunto tradicional acrescentamos blusas de frio, tudo feito com material de qualidade e com durabilidade. Procuramos o mesmo fornecedor que atende às grandes escolas da rede particular, pois queremos o melhor pra elas.

Investimos na contratação de uma equipe técnica. O programa passou a contar com uma equipe técnica volante, composta por 02 Assistentes Sociais, 01 Psicóloga, 01 Assessora Psicopedagógica, 01 Auxiliar Pedagógica, uma Consultora de Alimentos e uma equipe administrativa, para dar suporte às 17 unidades. Temos ainda 04 professores de artes.

Montamos os ‘cantinhos de leitura’ em todas as unidades do programa, dando às crianças a possibilidade de encontrar neste espaço, títulos de leitura compatíveis com a faixa etária. 

Instituímos o dia da higiene pessoal e o dia da beleza em todas as unidades, incentivando as meninas a cuidar das unhas, dos cabelos, ofertando palestras sobre a importância da higiene pessoal.

Além das atividades curriculares, também ampliamos as ações com oficinas e aulas de dança ministradas pela Companhia de Teatro e Dança Cena Onze, com propósito de estimular a linguagem corporal, os exercícios físicos e o equilíbrio físico mental das alunas.

E investimentos muito em ações de resgate da estima e no lazer delas com a comemoração todos os anos da Páscoa, com distribuição de chocolates, da Festa Junina, do Dia das Crianças, com a entrega de brinquedos e presentes, do Natal, também com presentes, Papai Noel e muita diversão. Também promovemos passeios, como, por exemplo, o dia de lazer e descontração no Sesi Park, a visita ao Museu das Bonecas, cinema e várias outras atividades.

Realizamos 3 edições da Oficina de Moda e Beleza do Siminina, com aulas práticas de passarela ministrada pelo melhor produtor de moda Edson Guilherme, que é o melhor profissional desta área em Cuiabá. Durante as oficinas, elas ganharam um dia inteirinho de beleza com direito a cabeleireiro, maquiador e roupa nova. Os cabeleireiros foram capitaneados por minha querida amiga Joana D’arc, uma das mais renomadas profissionais de beleza, que cuida dos cabelos das mulheres mais famosas da Capital. As maquiagens eram do Boticário, da Solução Cosméticos, só coisa da melhor qualidade. O ponto alto destes eventos foram os desfiles, o primeiro deles realizado na Musiva, o segundo no Buffet Leila Malouf, e o mais recente foi no Cenarium Rural, este último inclusive conseguimos levar os pais delas, foi um momento especial e as meninas brilharam nas passarelas. Estes eventos com certeza entraram pra sempre na história delas e marcou muito tanto as crianças quanto os pais. Fizemos tudo com dedicação, compromisso e muito amor, buscando tudo o que há de melhor, pois elas merecem. Obrigada meus queridos amigos Edson Guilherme, Joana D’arc, Leila Malouf, Boticário, Solução Cosméticos, Bioxtratus, La Provence, Studio 278, e inúmeros outros profissionais de beleza, vocês abriram as portas e o coração e me ajudaram a realizar o sonho destas meninas.

Aproveito para externar minha gratidão e admiração a todos os profissionais do Siminina, das nossas assistentes de cozinha, passando pelas monitoras, pela equipe técnica, motorista, professoras, até chegar a nossa coordenadora Rosamaria Carvalho. Meu reconhecimento e admiração a todos vocês que me auxiliam muito, de forma intensa, com amor no coração a fazer essas mudanças e a conquistar todos estes avanços. Agradeço também a todos os demais voluntários, empresários e pessoas que ao longo destes anos me ajudaram a realizar tudo isso.

Fiz este breve relatório para compartilhar com vocês estes avanços e dizer que tudo o que fizemos foi com amor, com carinho, buscando o melhor. Trabalhei incansavelmente por este Programa, dei meu coração em tudo. No meu aniversário deste ano tive a oportunidade de ir comer pizza com todas as 1.200, foi maravilhoso, foi o melhor presente que eu poderia ter recebido. Em cada sorriso, abraço, cartinha que ganhei eu pude sentir o amor delas, a sinceridade e o brilho no olhar.

É por isso que o Siminina não pode parar, mas não devemos aceitar menos do que isso. Não vamos deixar que ele volte a ser o que era antes. Não devemos aceitar que uma vez por ano façam o que faziam antes, quando realizam um festival de dança e aí reuniam 1.700 até 2.000 meninas, mas depois que passava o evento as crianças não tinham a menor vontade de voltar para as unidades, pois não tinham o que fazer, não tinham material e muitas vezes nem comida. E cabe a nós fiscalizarmos e cuidar para não deixar que os erros do passado retornem. CHEGA DE MENTIRAS. O POVO ESTÁ CANSADO DESTAS MENTIRAS. Política tem que ser feita de forma séria, com compromisso, com amor, com dedicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *