Um acidente com uma churrasqueira deixou quatro pessoas da mesma família, entre elas uma criança, de um ano, feridas, em Guarantã do Norte, a 721 km de Cuiabá. O acidente ocorreu no último domingo (14) quando eles comemoravam o Dia dos Pais, na beira do Rio Braço Norte, com um churrasco. O pai do menino jogou álcool na churrasqueira para tentar reacender o fogo e ocorreu uma explosão.

O filho dele ficou gravemente ferido. A irmã de Juarez, de 42 anos, o cunhado, de 46 anos, e o sobrinho, de 22 anos, também tiveram queimaduras.

Segundo Juarez, o fogo da churrasqueira teria aparentemente apagado e ele se dispôs a reacendê-lo. Ao jogar uma quantidade de álcool no carvão, ocorreu uma explosão.

saiba mais

“No momento da explosão, eu saí correndo. Fui acudir meu cunhado que estava mais próximo à churrasqueira. Achei que ele tinha sido o único atingido. Naquela hora eu já vi minha irmã rolando no chão e meu filho coberto em chamas”, relatou.

Ele contou que pegou o filho no colo e o abraçou, assim as chamas apagaram. A mãe da criança, que não ficou ferida, teria corrido cerca de 500 metros, com o filho mais novo do casal, para pedir que alguém os levasse para o hospital.

“Abracei meu filho e ele começou a chorar. Quando eu vi a pele do rosto dele saindo na minha roupa eu achei que ele estivesse morrendo. Peguei ele pela fralda e pescoço e sai correndo para a estrada”, relatou.

De acordo com a família, o motorista de um carro se prontificou a levar a criança para o Hospital Municipal de Guarantã do Norte e outras pessoas também socorreram os adultos que ainda estavam na beira do rio.

Ao receber atendimento médico, a criança foi sido encaminhada no mesmo dia para o Pronto Socorro de Cuiabá. Segundo Juarez, o menino ficou bastante machucado, mas já apresentou melhoras. “Hoje ele já conseguiu beber água”, relatou o pai.

A irmã de Juarez continua internada no Hospital Municipal de Guarantã do Norte. Segundo a família, ela teria sofrido queimaduras graves nos braços, pernas, barriga e em uma parte do peito. A previsão é que ela permaneça internada por pelo menos um mês. Os outros dois homens tiveram queimaduras nas pernas e se recuperam em casa.

 

 

fonte ; g1mt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *