Funcionários da BR Distribuidora em Mato Grosso aderem a paralisação geral da categoria hoje (16). O movimento iniciado nesta segunda-feira (15) é uma forma dos 3,6 mil colaboradores da subsidiária de combustíveis da Petrobras no país protestarem contra privatização parcial da estatal. A mobilização segue até sexta-feira (19) e não deve comprometer o abastecimento de combustíveis nas mais de 7,5 mil revendedoras espalhadas pelo país. Em Mato Grosso existem cerca de 190 postos com a bandeira Petrobras.

Quem garante a paralisação dos funcionários da BR no Estado é a presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo do Rio de Janeiro (Sitramico/RJ), Lígia Arneiro Teixeira Deslandes. Ela disse ao jornal A Gazeta que o movimento de paralisação é em protesto a proposta do governo federal de privatizar 25% da estatal, como forma de sanear as dívidas da empresa que giram em torno de R$ 397,8 bilhões.

“O argumento do governo é que não vai mudar em nada a rotina dos funcionários, o que é uma grande inverdade, pois sabemos que caso a privatização seja concretizada é bem provável que o comprador não queira manter certas operações”, salienta Lígia. A BR Distribuidora possui revendas em todas as unidades da Federação, o que não ocorre em igual proporção com outras marcas.

Desabastecimento – A Petrobras Distribuidora informou por meio de nota que adotou todas as providencias necessárias para garantir o suprimento de combustíveis com segurança a rede revendedora e demais clientes. O risco de faltar combustível em Mato Grosso também foi descartado pela presidente do Sitramico/RJ, Lígia Deslandes. “O risco de desabastecimento é possível aos postos da bandeira BR, mas de forma limitada, já que outras distribuidoras vão continuar fazendo este papel como é o caso da Ipiranga e da Raízen (Shell)”.

Em Mato Grosso, existem aproximadamente mil revendas de combustíveis, das quais pelo menos 400 unidades saco de bandeiras brancas, ou seja, não saco franquias. Entre os postos com bandeira, a BR Distribuidora é que possui maior market share em Mato Grosso, com 19% de participação, ou 190 unidades. Em seguida estão os postos Ipiranga com 14% de participação, ou 140 unidades; e em 3º a Raízen/Shell com 11%, ou 110 unidades. Outros 5% saco de marcas menores.

Movimento paredista

A presidente do Sitramico/RJ, Lígia Deslandes, explica que os 5 dias de paralisação servirão para a realização de panfletagem. Outras mobilizações estão sendo planejadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *