Uma vendedora de 43 anos foi assassinada a facadas por um ex-namorado em Nova Mutum, a 269 km de Cuiabá, na quinta-feira (14). Segundo a Polícia Civil, Tânia Maria da Veiga Ottonelli foi morta no meio de uma avenida da cidade, quando seguia para casa após sair de uma farmácia. O suspeito do crime é José Machado Fernando, ex-namorado da vítima, que já teve a prisão preventiva representada pela polícia.

O inquérito do homicídio foi instaurado e está sendo conduzido pela delegada de Nova Mutum, Angelina de Andrade Ferreira. De acordo com a Polícia Civil, como ainda não passou o período do flagrante, o suspeito continua sendo procurado na cidade.

saiba mais

As investigações apontam que Tânia havia saído de casa para comprar um remédio em uma farmácia e que, provavelmente, foi seguida pelo ex-namorado, que não aceitaria o fim do relacionamento. Conforme a polícia, o suspeito é casado e Tânia teria terminado o namoro ao descobrir o fato e já estaria em um novo relacionamento.

Ao deixar a farmácia, a vítima teria avistado o carro de José Machado estacionado próximo ao local onde havia deixado a sua motocicleta e decidiu ligar para o atual namorado, pedindo a ele que a acompanhasse até sua casa. Ao chegar no local, o namorado da vítima a instruiu a pilotar direto para casa, que ele iria segui-la e encontrá-la na residência.

Para a polícia, Tânia teria percebido que era seguida pelo ex-namorado e decidiu fazer o contorno na avenida, para continuar na via, mas em sentido contrário. Nesse momento, segundo a polícia, a vítima foi “fechada” pelo carro do ex, que desceu do veículo e a golpeou com uma faca por duas vezes, atingindo as costas e o tórax da vítima. Tânia chegou a ser socorrida e encaminhada para um hospital, mas morreu logo após dar entrada na sala de emergência.

Medida protetiva
Conforme a Polícia Civil, Tânia chegou a registrar um boletim de ocorrência contra o ex-namorado no final do mês passado e já tinha uma medida protetiva contra ele. Na ocasião, ela alegou que o ex estaria ameaçando ela por meio de mensagens no celular e abordagens na rua da cidade.

 

 

fonte; g1 mt

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *